DECLÍNIO DE UM SONHO

Céu negro e infinito
consome o fraco brilho das estrelas.
Lança-as sobre o mar,
destrói suas vidas.O vento forte vem
e parece levar minha alma,
meus sentimentos,
minha existência.Tudo o que sobra é a razão
fria e única,
frágil e imortal,
vagando sozinha pelo nada.

Por Guilherme Gurgel
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s