SOBREVIVENTES – PRÓLOGO

O sol estava se pondo, enquanto o transatlântico Jersey chegava ao fim do terceiro dia de viagem. O transatlântico possuía dimensões extraordinárias, um dos maiores do mundo. Dessa vez, estava de viagem para o Brasil. Apoiadas observando o mar estavam duas mulheres. Uma delas de cabelos caramelos usando um óculos, o rosto corado por causa do calor. Seu nome era Eloísa.
Do lado desta, uma jovem mais nova. Cabelos pretos, grandes olhos azuis, branquela. Seu nome era Thais.
– Como é ótimo ficar longe do serviço, não é Eloísa?
– Eu que o diga – Eloísa deu um sorriso mexendo no cabelo – Sombra e água fresca, quem diria que estaríamos aqui algum dia?
– Vou até pegar um drinque para brindarmos – Thais saiu andando por um enorme corredor.
O restaurante ficava dois andares a baixo. Ela se aproximou do elevador e se observava enquanto o esperava. Só então, Thais ouviu passos ecoarem no teto acima de si. Parou, tentando identificar se os passos vinham de lá mesmo. O elevador se abriu. A atenção foi tomada para ele. Entretanto, ela deu de cara com um revolver. O homem estava com uma máscara de palhaço usando uma jaqueta jeans.
Ele colocou os dedos nos lábios como se quisesse dizer para ela ficar de boca calada. Chamou-a com uma das mãos. Thais hesitou. Engoliu a saliva e pensou se deveria sair correndo gritando por socorro. O bandido balançou a cabeça negativamente como se tivesse lido seus pensamentos.
– Calma Thais – pensou ela consigo dando passos leves em direção do elevador – Respire e fique calma.
A jovem entrou e as portas se fecharam.
Wilson havia terminado seu banho. Como aquilo era refrescante. Lembrou por um momento de sua mulher e seu filho. Sorriu pensando que logo os veria.
Só que neste momento, o jovem percebeu uma movimentação estranha no corredor. Pensou que poderia ser serviço de quarto. Mas, sua intuição policial estava apitando como um alerta. Wilson pegou seu revolver no coldre e procurou não fazer ruídos quando pisava no chão. O que não era muito fácil, já que ele era, digamos assim, mais pesado que os outros. Abriu a porta lentamente. Corredor vazio. Olhou para esquerda, havia uma porta aberta. Com cautela foi até ela. Sangue no chão. Wilson engoliu a saliva, se preparou e, desferiu um chute na porta.
– Polícia! Levante as mãos!
Os olhos de Wilson se arregalaram. Havia um corpo praticamente dilacerado em cima da cama. Nicolas e Rodolfo tomavam um drinque, brindando a vitória.
– Enfim, estamos livres – sorriu Nicolas.
– Nova vida, nova aparência, novos nomes – comentou Rodolfo tomando mais um gole da Coca.
– Cara, eu pensei que iríamos ser capturados – admitiu o outro com os olhos caramelos cerrados.
– Escapamos pelo cano, pensando bem, parece até que foi o destino que nos trouxe para cá.
– O mais importante é que nada pode dar errado agora.
Entretanto, naquele instante, um grupo de homens com máscaras de palhaço usando metralhadoras invadiram o enorme salão.
Rodolfo e Nicolas arregalaram os olhos. Sentindo o coração disparar.
– Essa não… – resmungou Rodolfo.
– Fiquem todos parados! – disse um deles que parecia ser o líder – Só viemos tomar um drinque.
Neste momento, um homem se aproximou do elevador e tentou fugir. Mas, antes que pudesse dar dois passos, os sons dos disparos lançaram o corpo massacrado no chão.
– Vocês entenderam quando eu disse não se movam?
Nicolas e Rodolfo olhavam apreensivos.
– Não tinha outro transatlântico para esses caras roubarem? – lamentou Nicolas.
– Precisamos de um plano – ressaltou Rodolfo olhando o salão.
Só então se ouviu um ruído dentro do salão.
– Senhores passageiros – era a voz do capitão – Peço que se segurem, estamos passando por uma turbulência.
Neste instante, o salão se contorceu. Um homem foi jogado longe. A água começou a aparecer como cachoeira.
– Corre Nicolas! – gritou Rodolfo.
No entanto, ambos foram arremessados aos desejos do barco. Um lado do salão explodiu. Inundação por todos os lados. Gritos de desespero.
E de repente, já estavam todos no fundo do oceano…

CONTINUA…

Por Naor Willians

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s