INJITUS, O ELEMENTAL MESTRE PARTE 6 DE 6

E assim se conheceram. Martin convidou Injitus para fazerem um lanche em seu acampamento, mas na hora que iam sair para voltar a Bruxa aparece na frente dos dois.

A mulher disse que viera buscar a parte dela do que Martin havia achado na caverna. Martin tinha dito que a caverna havia sido destruída. A bruxa então falou que sabia que ele tinha achado algo.

Injitus disse que já havia bebido a poção e mostrou para ela o recipiente.

Para a surpresa geral de Injitus, ela disse que era o frasco mesmo que ela estava esperando que ele achasse. E assim tomou o frasco dele e  proferindo palavras mágicas, sumiu.

Injitus e Martin ficaram aliviados com a bruxa ter ido embora. O que Injitus não sabia, era que no futuro ela ficaria muito mais forte por causa do frasco, mas isso é uma outra história.

Injitus foi com Martin até seu acampamento e conheceu seus pais. Agradeceu por ter ajudado a achar a poção. Disse que seria eternamente grato a ele. Dito isso deram-se um abraço e Injitus disse que esperava o encontrar novamente. Martim disse que ele também.

Assim, Martin caminhou até o rio. Talvez Zhélia ainda estivesse no local. Passou a gritar o nome dela na beira do rio. Cinco minutos depois ela apareceu.

Perguntou onde ele tinha estado, pois ela tinha voltado ao penhasco e não mais o encontrara. Injitus contou toda a história mas disse que só não tinha entendido o motivo que levara um choque na caverna e desmaiara.

Zhélia ficou impressionadíssima e disse que esse choque ocorre quando se tem o corpo pronto para os poderes. Isso significava que Injitus já estava apto a usar todos seus poderes.

Assim os dois ficaram até o outro dia treinando os novos poderes dele na beira do rio. No dia seguinte se separaram e Injitus já de posse dos poderes do ar seguiu voando até próximo a sua cidade. Desceu e entrou na vila como se nada tivesse acontecido.

Quinze anos depois, com 25 anos, Injitus era respeitadíssimo e protetor da vila de Ophir. Todos gostavam dele e tinham grande apreço, mas mesmo assim preferiu viver normalmente como uma pessoa comum e somente usava seus poderes em caso de extrema necessidade com os moradores, diferentemente do que fazia com os seres da natureza que encontrava, pois gostava de sempre usar seus poderes para sempre fazer bom uso deles.

A PARTIR DE AGORA SE PREPARE PARA VER INJITUS JUNTO COM MARTIN JÁ ADULTOS LUTANDO CONTRA A QUEDA DE CASTLE ROCK.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s