O VINGADOR NEGRO – JUSTIÇA TARDIA, MAS INFALÍVEL – CAP.10

Escritório do Xerife de Austin…

– Crato, vamos atrás desse Ignácio, só pode ser mexicano para ter um nome assim.

– Mas Xerife eu quero ganhar a recompensa que estão oferecendo por ele. Eu preciso dela.

– Crato, eu sei que nós somos amigos além de Patrão e empregado. Sinceramente eu queria deixar você ganhar essa recompensa, mas eu sou um homem da lei muito atarefado e quero pelo menos um pedaço do bolo.

– É provável que esse Ignácio esteja mancomunado com aquele mascarado que apareceu um dia por aqui, o Vingador Negro. A cidade soube dos dois no mesmo dia então é possível que eles até sejam a mesma pessoa.

– Hummm pensando bem é mesmo possível – observou o ajudante.

– E nesse caso…

– Nesse caso, vamos esperar que alguém o pegue e traga para receber a recompensa, então dividiremos em três partes, uma pro senhor, uma pra mim e entregaremos a outra parte para o homem que o entregar – disse Crato rindo.

– Isso mostra onde você está com a cabeça. Quantas você bebeu homem? Agora depois de você dizer isso está claro o porquê de eu ser o Xerife e você o eterno ajudante. É exatamente ao contrário.

– Mas Xerife, como vamos saber quem é o Vingador se ele age com uma máscara?

– Junte quatro homens e me espere lá fora daqui há uma hora.

– Sim, Xerife.

Enquanto isso… no Rancho Golden Horse…

– Don Gabriel, já de volta?

– Já sim Gonzalez. Onde estão os outros?

– Estão trabalhando no plantio de lavouras. Senhor, eu gostaria de agradecê-lo do fundo de meu coração por ter nos ter arranjado emprego aqui em seu rancho. Do jeito que estávamos com certeza iríamos morrer de fome. Eu, Tereza, Juan e Manoel somos muito gratos ao senhor.

– Pare com isso, Gonzalez, a partir de agora você e sua família são meus irmãos além de serem trabalhadores do rancho. Gosto muito da comida da sua esposa Lenita, ela cozinha como poucas mulheres – disse Don Gabriel sorrindo.

– O senhor tem visita lhe esperando na sala – disse o homem apontando em direção do aposento.

– Quem é?

– É um padre. Parece que o nome dele é Felício.

Neste momento Don Gabriel se recordou dos momentos de criança em que fazia muitas travessuras e Padre Felício passava a mão em sua cabeça.

CONTINUA…

Por Alci Santos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s