DETETIVE – CAPÍTULO 38

Thais olhou espantada para eles. Ela não estava acreditando? Ela havia escutado claramente os tiros de Jonas e Bruna. Ela sabia disso.

         ‘’Explica direito!’’, falou ela nervosa. ‘’Eu acabei de ver você metendo tiro nela como um louco! E depois chega e fala de uma coisa dessas!’’

         ‘’Não eram tiros de verdade!’’, explicou Jonas. ‘’Eram balas de chumbo’’

         ‘’Se você se acalmar poderemos explicar’’, disse Bruna sorrindo.

         Foi então que Thais encostou-se a uma árvore próxima. Lucas, Josafá e Jonas se sentaram no chão esperando pela explicação de Bruna.

         Lucas também estava confuso com tudo. Jonas havia lhe entregado junto com o revolver um papel escrito que Bruna não era a assassina.

         Josafá também precisava ter a mente clareada, no meio de toda fumaça Lucas lhe pedira para fingir um desmaio. E depois de tudo, Jonas levanta e fala que Bruna não era a assassina. Ele havia ouvido a confissão firme dela, não parecia estar mentindo.

         Bruna respirou fundo antes de começar:

         ‘’Antes de qualquer coisa peço que confiem em mim. Eu não sou a assassina, mas tive que me passar por uma para salvar minha família. Fui raptada por uma facção conhecida como Comando. Eles queriam que eu eliminasse vocês por uma quantia muito grande de dinheiro, mas eu me recusei, jamais eliminaria meus amigos. No entanto, eles haviam se precavido de tudo, eles haviam raptado minha família e me ameaçaram dizendo que se eu não o fizesse, eles os torturariam em minha presença’’

         Bruna olhou triste para o chão.

         ‘’Eu fui obrigada a aceitar. Foi então que eles… mataram meu tio’’

         Todos ficaram um tanto pasmados.

         A lágrima rolou pelo rosto de Bruna.

         ‘’Eles falaram que se eu os traísse, matariam minha família’’, continuou ela tentando controlar seus sentimentos. ‘’Foi então que os chefes da delegacia apareceram. Claudio, Abner e Tomas. De alguma forma, o Comando os havia corrompido com aquele dinheiro sujo e, eles estavam ali de boa vontade, prontos para nos esmagar depois de tantos anos de trabalho. Não só eles, mas muitos dos nossos colegas do dia a dia, Bill, Fernandes, Márcio e outros. Realmente tive que me segurar para não acabar com aqueles desgraçados traidores’’

         ‘’Nem dá pra acreditar’’, admitiu Josafá um tanto assustado. ‘’Eles… eram nossos grandes amigos… por que?’’

         ‘’Tudo aqui foi planejado, como eu já disse antes, todos os entrevistados pertenciam ao Comando. Não houve corpo. Graça era uma farsa desde o início’’, explicou Bruna chorando de raiva

         ‘’Mas que merda!’’, resmungou Lucas. ‘’Quer dizer que fomos levados ao matadouro’’

         ‘’O que mais me feriu foi quando vi João ao lado deles. Depois de tantos anos juntos, ele havia nos traído desta forma! Ainda não entendo como ele pôde fazer isto?’’, Bruna enxugou suas lágrimas. ‘’O Comando entregou em minhas mãos as rédeas da situação, e esse foi o erro deles, pois eu fiz um plano que acabaria com eles o mais rápido possível. Primeiro, eu tinha que eliminar os infelizes dos capangas deles que estavam aqui. Comecei por João. Não foi nada difícil. Convenci a todos que era um plano, João voltaria para montar uma armadilha no celeiro. Mas, eu disse para James o que ele deveria fazer com João. Como todos estavam sob minhas ordens, então James obedeceu e fez conforme eu mandei. Quando João falou que estava com dor de barriga naquela hora que você Josafá e Jefferson foram ao quarto dele, na verdade ele foi obrigado a dizer aquilo ou James o mataria, por fim, João teve o que mereceu. Eu tive que fingir o choro, pois era necessário que todos pensassem que João era bonzinho’’

         ‘’Então quer dizer que você planejou a morte de todos os capangas?’’, perguntou Thais.

         ‘’Exatamente. No entanto, o Comando não ficou feliz com a morte de João, mesmo eu tendo falado que eu o tinha feito para distrair a atenção de vocês, então ordenaram que eu matasse um detetive’’, Bruna parou por um instante. ‘’Foi aí que eu soube da inimizade entre Lucas e Pedro. Falei para Pedro que deveria brigar com Lucas, de forma que ficasse impossibilitado de continuar na missão. Isso era mais um pretexto, porque assim eu mandaria Lucas embora daqui de alguma forma e o informaria de todo plano, desse jeito ele salvaria minha família. Pois bem, tudo aconteceu como eu tinha previsto, eu mandei James salvar Lucas, no entanto, o Comando pensou que ele havia salvado por vontade própria e disseram que eu devia eliminá-lo. Foi então que montei outro esquema para eliminar James, mas antes o usei para acabar com Eli que só estava servindo pra criticar meu serviço. O plano de Lucas e Jonas fora bolado por mim’’

         ‘’O que?’’, Lucas ficou espantado. ‘’Então você sabia?’’

         ‘’Ela me deu essa idéia’’, admitiu Jonas.

         ‘’Implantei uma bomba no carro, e falei para James em que hora e como ele eliminaria Richard. Eu sabia que Lucas estava armado e que ele era sortudo o bastante pra sobreviver’’

         Lucas sorriu.

         ‘’Eu senti muita alegria quando o vi cruzando aquela porta’’, confessou Bruna.

         ‘’Eu também fiquei feliz quando soube que você não era a assassina’’, declarou Lucas.

         ‘’No entanto’’, continuou Bruna. ‘’Houve algo que me incomodou. A armadilha do passarinho’’

         ‘’O que tinha?’’, questionou Josafá.

         ‘’Não tinha sido eu que montara’’, respondeu ela. ‘’Comecei uma investigação e descobri que, além de mim, havia alguém que o Comando enviara para vigiar meus passos’’

         ‘’Quem?’’, Lucas odiava esse suspense.

         ‘’Kelvin’’, falou Bruna respirando fundo.

         Josafá se levantou na hora. Lucas se contorceu e Thais ficou parada sem acreditar.

         ‘’Como? Kelvin era do Comando?’’, perguntou Lucas ainda espantado.

         ‘’Era sim’’, admitiu Bruna. ‘’Eu descobri na noite da reunião’’

         ‘’Mas, nesta noite ele só falava em ir embora’’, retrucou Josafá.

         ‘’A bomba no ônibus’’, lembrou Bruna. ‘’Não fui eu quem implantei. A armadilha na floresta. A armadilha em que Thais caiu e por fim, quando achei isto em sua calça duas noites atrás’’

         Bruna jogou um anel na mão de Thais.

         ‘’Todos no Comando usam esse anel’’, explicou ela. ‘’É o mesmo modelo, quase não o reconheci porque eles não me deram um, mas James e todos os outros usavam um anel parecido. Temos de agradecer a Geise, ela foi a verdadeira heroína nisto. E tenho certeza que Kelvin deixou o esconderijo aberto para ela entrar, tanto que ele foi o primeiro a chegar lá. Mas este foi seu erro’’

         ‘’E quanto a Jefferson?’’, Lucas engoliu a saliva.

         ‘’A armadilha dele era para Kelvin, no entanto… ’’, Bruna parou por um instante. ‘’Eu tentei tirar vocês do caminho das armadilhas. Eu exterminei Pedro e Tom. E naquele dia do incidente com o carro, pude revelar toda a verdade para o Jonas, assim ele pôde me ajudar em vários aspectos fazendo sempre o que eu pedia. Mas hoje houve um incidente que não estava previsto, a morte de Beatriz. Havia uma linha na escada, parece que Kelvin sabia dos meus planos e havia feito tudo para me eliminar. Quanto ao resto, vocês já sabem, só há um pequeno detalhe que o Comando não sabe. Eles pensam que Kelvin me matou e por isso, minha família está a salvo indo agora para Washington’’

         ‘’Quer dizer que eles pensam que estamos todos mortos?’’, perguntou Thais.

         ‘’É isso mesmo’’, falou Jonas. ‘’Assim poderemos agir sem ninguém no nosso pé’’

         ‘’Mas o que vocês pretendem fazer agora?’’, perguntou Josafá

         ‘’Vamos atrás desse Comando e acabar com eles’’, disse Bruna.

         ‘’Agora falou minha língua’’, Thais carregou seu revolver.

         ‘’Temos que voltar a casa antes que exploda’’, explicou Bruna. ‘’Tem bastante armamento lá que vamos precisar’’

         ‘’Demorou!’’, falou Lucas levantando com um pouco de dificuldade.

         ‘’Também vamos cuidar desses ferimentos Lucas’’, Bruna sorriu.

         ‘’É bom ter você de volta’’, falou Thais.

         ***

         Os detetives retornaram a casa e recolheram as coisas mais importantes, inclusive o corpo de Jefferson que foi escondido até que fosse desmascarada a tramóia do Comando.

         Bruna mostrou-lhes um carro que sobrara perto da casa de Tom. E assim, os detetives partiram deixando aquele local que com certeza marcaria suas vidas para sempre.

         E depois de alguns minutos, eles puderam ouvir o barulho da casa explodindo fazendo uma grande nuvem de fumaça.

         ‘’Para onde vamos agora?’’, perguntou Josafá.

         ‘’Nós vamos à casa de Miguel’’, explicou Bruna. ‘’É um dos poucos que ainda não foi corrompido. Temos de explicar toda situação para ele e pedir que ele roube algumas informações do computador de Claudio, assim nós iremos ter uma idéia de quem é o Comando. No entanto, não temos muito tempo, o Comando combinou de se encontrar com Kelvin daqui à uma hora, e quando não o virem lá, vão saber que algo de errado aconteceu’’

         ‘’Adoro esta emoção’’, confessou Thais.

         ‘’Felizmente até eles descobrirem que nós estamos vivos, teremos tempo o suficiente para colher informações sobre eles’’, Bruna estava confiante. ‘’Vamos derrubar essa maldita organização’’

         Jonas pisou no acelerador. Ele estava confiante no plano de Bruna, mas ainda assim gostaria que todos estivessem ali.

         ***

         A casa Miguel Hilton ficava na mesma cidade em que os detetives trabalhavam. A rua era pouco movimentada e por este fato, dificilmente seriam vistos.

A porta dos fundos da casa de Miguel foi aberta com facilidade. E ele percebendo, alcançou sua arma no criado mudo. Neste momento, os detetives o surpreenderam.

‘’Vocês!’’, falou Miguel espantado. ‘’Mas… ’’

‘’Calma Miguel’’, disse Bruna vendo o rosto de espanto do detetive. ‘’Precisamos de sua ajuda’’

Miguel sentou no sofá ainda espantado.

‘’O que ele tem?’’, questionou Thais sem entender.

‘’Miguel’’, Bruna se aproximou dele. ‘’O que foi?’’

Miguel olhou para um lado e pegou um jornal entregando à Bruna.

Bruna olhou e também se espantou.

‘’Meu Deus’’, murmurou ela.

Jonas, Lucas, Josafá e Thais se aproximaram dela.

‘’Detetives são encontrados mortos na estrada’’, leu Jonas arregalando o olho.

‘’Isso quer dizer que… ’’, Lucas engoliu a saliva.

Miguel olhou novamente para eles.

‘’Faz dois dias que enterramos vocês’’

CONTINUA…

Por Naor Willians

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s