O VINGADOR NEGRO – JUSTIÇA TARDIA, MAS INFALÍVEL – CAP.17

Passei no Saloon hoje e notei que a cidade está fervilhando. Mulligan parece que está atrás de um bandido para ganhar mais um prêmio e isso é sinal de encrenca. Vi alguns pistoleiros novos na cidade e não sei se são bandidos ou gente de Mulligan. Fiz bem em trazer alguns apetrechos do Vingador Negro para a cidade.

– Ei Don Gabriel, como vai o senhor?

– Senhor Diaz que prazer em vê-lo na cidade.

– Soube que Mulligan está atrás do famoso Pablo Contreras? E parece que ele está na cidade.

– Sério? Parece que a cidade vai ter grandes emoções no ultimo dia do ano não é Senhor Diaz

– Veja, é Mulligan caminhando para algum lugar Don Gabriel.

– Um momento, vou entregar uma encomenda e volto já para a ação.

Assim tive que sair para uma vila escura em pleno dia. Ali não há saída, posso me trocar tranquilo.

Minutos depois…

– Mulligan, estou aqui.

– Então você resolveu se entregar hem? Por que motivo você faria isso.

– Eu não faria isso Mulligan, vim desafiá-lo a um duelo.

– Você deve estar brincando. Você sabe que não sobreviveria.

– Soube que um mascarado o venceu, porque eu não venceria?

– Porque ele teve sorte.

– Como é? Vai aceitar ou não?

– Eu aceitarei, para não passar por covarde, mas não que você mereça esse privilégio, e depois de você morto, me dará menos dificuldades para receber meu prêmio.

– É o que veremos.

Tive que correr o máximo para chegar na hora. Os dois já se posicionaram para duelar acho pelo jeito que estão dispostos lá.

Alguns homens tentaram atirar em Mulligan pelas costas, mas parece que a coisa não deu certo. Tenho que entrar em ação agora!

Cheguei perto, agora é com o Vingador Negro.

– Alto lá os dois e nem pensem em atirar em mim. Pessoal chamem o Xerife. Até lá vocês soltem as armas.

– Vingador Negro? O que você faz aqui? – perguntou Contreras.

Vim prendê-lo e evitar que você vá para o outro mundo mais cedo.

– Vingador Negro? Então esse é o seu nome de bandido? – perguntou Mulligan irônicamente.

– Você tem sorte Mulligan, além de ainda estar vivo, parece que você vai escapar da prisão, mas não conte muito com isso se me atrapalhar.

– O que está acontecendo aqui? Vingador Negro, você está aparecendo bem frequentemente não é?

Aqui está Pablo Contreras. Faça sua obrigação que é colocá-lo atrás das grades.

– Ei alto lá! A recompensa é minha. – disse Mulligan bem alto.

– Sua nada, você não o entregou para o Xerife, e sim eu, mas não vou exigir recompensa alguma, pois eu luto a favor da lei e não sou nenhum mercenário. Xerife faça seu trabalho. Estou de olho na cidade.

– Mascarado em breve eu acabarei com você.

– Mulligan, como eu disse da vez passada, você não teria tempo.

Pulei então em cima de meu cavalo e fui em direção à saida da cidade, mas não sem antes falar a todos os cidadãos de Austin:

– A TODOS OS QUE QUEREM VER LEI EM AUSTIN, TENHAM UM FELIZ ANO NOVO!

Por Alci Santos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s