Ó PATRIA AMADA

Ó pátria amada,
Diga-me, quem ainda te ama?
O povo heróico ama o dinheiro,
O brado que retumba reclama

E me diga, ó liberdade,
O que brilha no meu céu,
A mancha das falsidades?
Meu brilho hoje está ao léu.

Quem conquista com braço forte?
Os governantes não governam.
E o povo vai pela sorte,
Ó pátria amada, quem ama?

De tanta esperança, a terra desceu,
E hoje estamos num mundo moderno,
Desce terra, desce!
E hoje descemos ao inferno!

Salve! Me Salve Pátria amada,
O Sol da liberdade é frio,
cadê os risonhos, lindos campos?
Só vejo terrenos Baldios.

Terra adorada,
Entre outras mil,
Muito obrigado,
Por NADA Brasil!

Por Fagner Ricardo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s