12º D.P. – A MÃO NA CAIXA – CAPÍTULO 15

O homem levantou e partiu para cima do homem da lei, que atirou nas pernas dele três vezes atingindo-as e fazendo o mesmo cair. Ao chegar perto, Ming desferiu mais um chute no rosto levando-o à inconsciência.
– Caso encerrado – disse Ming sorrindo.
Se dirigiu então a Will que já se levantava.
– Passou uns maus bocados, hem meu chapa?
– O miserável me pegou de surpresa Ming.
– Vamos sair daqui Will. Não aguento mais esse fedor.
Os dois homens pediram cordas para amarrar o cara do sótão.
Depois de amarrado, ele voltou à consciência.
Neste momento ouve-se as sirenes da polícia.
Mais tarde no 12º DP…
– Não, senhor Steam, o senhor está liberado. Pode ir descansar. Um homem terá que ficar com o senhor e o seu mordomo guardando o sótão até o final das investigações, mas já sabemos de tudo sobre as mãos cortadas. O seu depoimento clareou nossas mentes. Logo este incômodo será eliminado de sua casa.
Obrigado detetive Will e Ming. Estou em dívida com vocês – Disse o senhor Steam.
– Foi nossa obrigação senhor – Disse Will.
– Vamos Jarvis, preciso de uma longa noite de sono.
E com isso, os dois saíram de volta para casa.
Will, Roger disse que teremos que passar a noite aqui.
– Eu já esperava, Ming. Vamos lá.
Dez minutos depois, na sala de Roger….
– Então com isso, o meu caso está encerrado.
– Verdade Roger. Só faltava ele. E parece que o nosso também, não é, Ming?
– Sim Will.
Will então explicou:
– O homem que quase me matou no sótão era o louco que faltava ser preso da fuga do hospício.
Roger olhou para Will e elevou as mãos para cima e depois olhou para a mesma direção. Will achou aquilo engraçado e deu uma gargalhada.
Depois disse:
– Na fuga ele conseguiu entrar na casa do senhor Steam e pegar a chave do sótão. O senhor Steam e Jarvis se acham muito seguros e por isso mesmo deixaram passar esse fato do sumiço da chave do sótão. O homem entrou na casa deles enquanto faziam alguma atividade atrás da casa ou dormiam à noite. Assim, teve tempo de pegar a chave e esconder-se no sótão.
– Espere ai Will, eu sei que o cara era louco e sequestrou os rapazes, mas porque cortar as mãos deles?
– Com certeza o psicopata não deve ter gostado das musicas na casa, e resolveu cortar as mãos dos jovens como uma punição simbólica. Ele aproveitava momentos de distração do Sr. Steam e Jarvis e saía para deixar as mãos nos locais que foram encontradas e depois voltava para a casa.
– Talvez para desafiar a polícia – complementou Roger
– Talvez ele não seja um louco comum, não é Will?.
– Pode ser Ming. Mas nem quero mais saber desse caso.

CONTINUA…

Por Alci Santos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s