12º D.P. – OS JUSTICEIROS – CAPÍTULO 03

– Sim, meu filho me apresentou a ele uma vez em um jantar.

– Vocês sempre conseguiram cumprir os contratos ou alguma vez já deu errado Leopard?

– Vou ser sincero Sr. François. Houve uma vez que falhamos mas somente essa e as pessoas que nos atrapalharam já estão à sete palmos de terra.

Os dois homens despediram-se e, da mesma forma como havia chegado ali, o Sr. François foi levado de volta às ruas de Willy City de onde se dirigiu para sua residência.

Um mês depois, no Albatroz, um clube aristocrático da cidade…

– Ficou pouco tempo hoje Mister Clifford.

– Está me espionando agora?

– Não se irrite homem, não sabe brincar?

– Desculpe Phillip, estou meio tenso hoje. Vou sair para cumprir um compromisso importantíssimo. Talvez volte mais tarde.

E dizendo isso o homem que vestia um terno preto saiu rapidamente.

Em outro lugar do Albatroz…

-“Hum… saiu. Agora passarei a puxar assunto com o pessoal aqui para que eu consiga vários álibis.”

Após esse pensamento, o Sr. François enturmou-se em um grupo que estava bebendo.

Do lado de fora do “Albatroz”…

– Senhor, quer um táxi?

– Por favor.

– Ali está um parado. O homem elevou a mão para cima estalando os dedos e  chamou o motorista que notou o movimento e aproximou-se no carro.

– Pode entrar senhor. – Para onde vamos?

O Sr. Clifford entrou no automóvel e respondeu:

– Para a praça Pittsburg.

Ao chegar no meio do caminho, o motorista parou o carro.

CONTINUA…

Por Alci Santos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s