12º D.P. – OS JUSTICEIROS – CAPÍTULO 35

Will resolveu fazer um movimento correndo até o riacho, quando um tiro ecoou na floresta. Ming que estava atento notou em cima de uma árvore a alguns metros a labareda que saiu da arma na hora do tiro.

Neste momento, Will jogou-se no chão escondendo-se atrás de algumas grande pedras ao lado do riacho. Abaixou-se e quando levantou a cabeça viu Ming correndo de encontro a árvore em que o atirador estava.

Ming achou melhor resolver a parada. Ou era ele, ou o bandido. Quando este notou o chinês correndo em sua direção, apontou a arma para ele, mas Ming jogou-se no chão e depois de rolar sobre o próprio corpo, atirou acertando fatalmente o bandido. Este caiu da árvore de uma altura considerável, como se fosse um prédio de três andares.

Ming na sequência, chegou perto do homem e colocou o dedo em seu pescoço para ver se ainda estava vivo, mas teve a constatação que ele havia quebrado o mesmo na queda.

Olharam então dentro dos bolsos do homem e acharam um mapa com a localização do esconderijo.

– Ming, veja que golpe de sorte. Um mapa e pelo jeito parece que deve ser a casa do tal Leopard, o responsável por toda essa confusão.

Neste momento, escutam uma voz vinda de suas costas:

– Se querem tanto me conhecer estou aqui – disse Leopard apontando um rifle para os dois.

Will resolveu então romper o silêncio…

– Então é você que está matando as pessoas na cidade a seu bel prazer.

– Sim estou eliminando as pessoas que merecem na cidade e que a justiça não é capaz de castigar.

– Sinto desapontá-lo mas nós agimos dentro da lei. Não podemos agir da forma arbitrária que você está fazendo. Entregue-se. Acabou para você – disse Ming fitando-o.

– Você é muito engraçado policial chinês. Você é de uma raça inferior, mas conseguiu acabar com meu homem na árvore. Ele realmente mereceu por ser burro.

– E você vai merecer a cadeia. Provavelmente vai pegar perpétua, já que não temos pena de morte não é Ming?

– E vocês acham que vão me pegar? Podem sonhar.

Dizendo isso o homem puxou o gatilho, mas os dois parceiros foram rápidos o suficiente para pular para o lado. Tentou de novo descarregando totalmente a arma até ficar sem balas.

Vendo que não os havia acertado, o bandido correu para uma área próxima ao riacho. Will correu atrás dele com a arma na mão enquanto Ming se recuperava. Will parou subitamente ao ver que o homem tinha um penhasco diante de si e o riacho derramava suas águas em um afluente do Willy River.

A floresta seguia uma elevação que não fora notada pelos dois no afã de encontrarem a casa de Leopard.

Will vendo a situação do homem, disse:

– Pare. Não tem para onde fugir.

– Você acha que vou para a cadeia detetivezinho de meia tigela?

Depois disso, deu uma gargalhada e pulou desaparecendo nas águas.

Will e Ming correram para olhar para baixo, mas não conseguiram ver o bandido.

– Will acho que ninguém escaparia de uma queda dessas.

– Ming, normalmente eu concordaria com você, mas tem gente que é tão ruim que parece ter um pacto com o diabo.

De repente…

– Deixem de lero lero. Mesmo ele fugindo ainda temos provas de como a quadrilha agia e dos que contrataram o serviço.

– Roger? Que prazer em vê-lo. Infelizmente o tal chefão Leopard pulou no abismo.

– Nós vimos tudo rapazes. Estávamos chegando quando ele pulou.

Roger apareceu com vários policiais e um prisioneiro.

– Esse franguinho ai queria escapar de nós no rio, mas o pegamos de surpresa.

– Foi esse filho de uma treva que colocou fogo no barco em que estávamos. Como nos localizaram? – perguntou Ming.

– Descemos na margem e ouvimos tiros. Ao chegarmos vimos um cara todo quebrado.

– É! Esse ai queria nosso couro mas dei um jeito nele não foi Will? – disse Ming sorrindo.

– É verdade amigo.

E dizendo isso, pegaram o corpo e voltaram para a cidade pelo rio.

CONCLUI A SEGUIR…

Por Alci Santos

Anúncios

Um comentário sobre “12º D.P. – OS JUSTICEIROS – CAPÍTULO 35

  1. Quando um vilão “desaparece” nunca consigo ficar com a consciência tranquila. Parece sempre que ele vai retornar com um plano mais diabólico ainda. Kkkkkkkkkk. No aguardo da conclusão épica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s