PETIT – OCTÓPUS – CAPÍTULO 7


– Como ele se chama? – perguntou Petit pensando no pior.

– Ele não disse o nome – falou o recepcionista abrindo os braços.

Rapidamente Petit foi ao telefone e se despediu do Aranha, pegou as chaves do quarto e empurrando o recepcionista com pouca força, o fez sair do quarto, seguindo-o e depois fechando a porta do apartamento.

A partir daí correram até a recepção, mas não encontraram o homem.

– Ele estava aqui senhor.

– Diabos!

– Vamos até a sauna.

– Não posso sair daqui já fiquei muito tempo fora.

– Então vá se catar!

E dizendo isso Petit correu até onde ficavam as saunas do Hotel.

Viu poucos usuários naquela hora. No ultimo compartimento de Sauna, encontrou o capitão Frank caído no chão só de cuecas.

Tentou despertá-lo três vezes batendo devagar no seu rosto. Somente na terceira conseguiu. O militar se mexeu e devagar foi voltando à consciência.

– Capitão, o que aconteceu? – perguntou Petit agoniado.

Foi então que o capitão levantou-se do chão e disse:

– Octópus.

– O que eles lhe fizeram?

– Homens vestidos de negro. Eles vieram aqui para me levar, mas viram alguém chegando e me deram uma pancada na cabeça.

– Diabos, como eles sabiam que nós estávamos aqui? O Senhor mesmo disse que era confidencial.

– Ora Petit, você sabe que nada é confidencial para Octópus.

CONTINUA…

Por Alci Santos

OS FATOS DESTE CAPÍTULO OCORRERAM ENTRE HANK E ARANHA NEGRA PUBLICADOS NO BLOG LBN DE NAÔR WILLIANS

Anúncios

PETIT – OCTÓPUS – CAPÍTULO 6


O homem com receio de perder o excelente emprego, correu até o apartamento do cliente e o mesmo ficou na recepção.

Um minuto depois os homens de negro entram pela porta do lado do hotel que tinha um corredor que dava na recepção.

– Vamos logo antes que o recepcionista volte – disse o cliente.

Enquanto isso…

– Pois é Aranha a situação está inquietante. Estou tendo que agir em duas frentes, uma de olho na agencia criminosa OCTÓPUS que possivelmente está tramando algo para se vingar de mim e do capitão Frank e em outro estou tentando ver se consigo saber algo sobre Hank que está sumido.

No telefone, uma voz meio arrastada disse:

– Petit você precisa me dizer o que sabe sobre o que está havendo. Você é o homem mais próximo do Capitão.

– Não sei de nada, e não só eu, nem o comando de Tucson e nem Washington estão sabendo de nada, mas estou mexendo os meus pauzinhos para ver se consigo algo. Assim que me informar, te ligo.

Neste momento, alguém bate na porta. Petit abre a porta e dá de cara com o recepcionista.

– Pois não? – perguntou Petit estranhando o homem ter ido até ali sem solicitação.

– Vim ver o ar condicionado senhor – disse o recepcionista apontando para cima na parte dentro do quarto.

– O Ar está em perfeito estado amigo. Quem lhe mandou verificar?

– Foi um senhor que ficou lá na Recepção.

– Ele é funcionário do hotel?

– Não, ele está hospedado aqui com o senhor.

Ao ouvir isso, Petit estranhou mais ainda.

CONTINUA…

Por Alci Santos

OS FATOS DESTE CAPÍTULO OCORRERAM ENTRE HANK E ARANHA NEGRA PUBLICADOS NO BLOG LBN DE NAÔR WILLIANS