XANADÚ – CAPÍTULO 2

– Está bem L-ROM, vamos.

O robô que tinha um pequeno foguete nas costas, pousou em cima da mesa. Myran estendeu a mão e num impulso, o mesmo caiu bem na palma.depois em um outro pulo, jogou-se dentro do bolso do uniforme do centro que o professor vestia.

Myran saiu e fechou a porta.

Minutos depois…

O professou estacionou o seu carro e caminhou na direção do Centro.

– Olhem, lá vem o professor – disse um aluno apontando o dedo.

– Pessoal organizem-se em fila.

Os alunos todos se mobilizaram e entraram no Centro com o professor.

Myran chegou até o cocal onde estava Tamryn e pediu as chaves e prontamente foi atendido.

Saiu então de perto dela direcionando os alunos para um imenso elevador. Os rapazes entraram e oito andares depois desceram.

O professor os acompanhou até a sala de controle e observação.

– Escutem, vou dizer apenas uma vez para vocês. Quando estiverem lá dentro, não toquem em nada, principalmente em algo que pareça um ciclone de fogo em miniatura.

Um dos alunos curioso diz:

– Não sabia que existia ciclone feito de fogo.

– Vamos, lá dentro eu explico.

Entraram em uma sala imensa onde continham os mais diversos aparelhos e máquinas de controle de energia.

Bem no centro da sala em recipientes próprios para mantê-los aprisionados estavam cinco bolas de fogo circulando em volta de si.

CONTINUA…

Por Alci Santos

Esta minissérie se passa antes dos últimos acontecimentos em C.H.I.L.D.

Anúncios

Um comentário sobre “XANADÚ – CAPÍTULO 2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s