DELÍRIOS NA MADRUGADA


D eixei-me levar em devaneios
E xtasiada pela luz das estrelas
L iberta de todos os preconceitos
I nebriei -me do poetar supremo
R aras belezas contemplando
I ntensificando cada vez mais
O s momentos que tão magnificamente
S enti em minha alma vibrar

N oite incandescente, cheia de mistérios
a povoar minha mente livre de critérios

M e enlevo a confabular com a lua
A musa dos amantes sonhadores
D eixo á ela um pedido singelo…
R ealize meu desejo de poder estar
U m pouco a cada dia mais a sonhar
G uarnecida dos melhores sentimentos
A mor, amizade, harmonia e felicidade
D oando sempre o melhor de mim
A todos os seres desse maravilhoso Universo.

Por Isa Mar

Anúncios

A GAIVOTA E O CONDOR


A manhã veio iluminada por um sol radiante, e branca
Gaivota voa alegremente sobre o mar, a expandir sua
Alegria, fé, carinho, fantasia, esperança e terno amor.
Invade-lhe o peito a serenidade de estar no ar, assim
Voando. Plana, mergulha nas ondas, os gritos alegres,
Olhar arguto, ansioso, apaixonado! Sua alma amorosa
Teima em encontrar o amor pleno e ultrapasse limites
Além do infinito céu, continentes e o grandioso mar!…

Entre nuvens brancas, surge um magestoso condor!…

Oscila tão leve, tranquilo, imponente, belo no céu azul.

Com as grandes asas abertas o magnífico quer mostrar
O universo infindo, a promessa eterna, vida plena, que
Nas mãos preciosas de Deus a gaivota há de encontrar.
Dádiva preciosa que busca, além do céu, do mar! E diz:
O amor é o caminho mais curto para a felicidade achar!
Distribua as bênçãos vindas dos céus, da terra, do mar!

Por Roseleide Farias